Os sistemas de aeração por ar difuso flutuantes apresentam grande versatilidade de implantação e operação, além de alta eficiência em transferência de oxigênio. Não necessita de parada total ou esvaziamento da lagoa/tanque para execução dos serviços neste modelo de sistema.


São compostos por linhas ou ramais flutuantes em PEAD (polietileno de alta densidade) com derivações (mangueiras de borracha) que levam o ar até os conjuntos difusores que se encontram próximos do fundo da lagoa/tanque. Os conjuntos difusores são compostos por manifolds em aço inox com 4 ou 6 difusores, dependendo do modelo adotado.


Este sistema é o que existe de mais funcional em termos de operação e manutenção, pois permite que a operação seja ajustada de acordo com as necessidades do dia a dia da estação.

-->